Berçário - Adaptação

B1 é para bebês com idade entre 4 meses à 1 ano e meio.

B2 é para bebês de 1 ano e meio à 2 anos e alguns meses.

Manhã: 7h30 às 12h00

Tarde: 13h15 às 17h45

Intermediário: período de 7h

Integral: período de 10h

Câmeras on line com acesso via celular e tablet.

O período da adaptação é o período de conhecer e estabelecer um vínculo afetivo com o novo ambiente, com as berçaristas e a nova rotina. Só depois de estabelecido este vínculo é que a criança se sentirá segura e tranquila.

Tanto as crianças quanto seus pais reagem de forma diferente para diferentes situações. Compreendendo estas diferenças, nossa escola propõe um período de adaptação onde, com tranqüilidade e sem pressa, a criança e sua família possam ultrapassar este delicado momento. Algumas vezes a criança em período de adaptação apresenta algumas modificações em seus hábitos, como: dificuldades no sono, certa irritabilidade e inapetência, isto porque sua entrada na escola é vivida, no início, com grande apreensão, pois sempre há, no fundo, o medo de que os pais a abandonem. Apesar disso, a criança fica também muito feliz em experimentar novos materiais, conhecer outras crianças e participar de brincadeiras diferentes. Há situações que dificultam o processo de adaptação, muitas vezes fazendo-o estender-se por um pouco mais de tempo, como: mães grávidas, irmão menor em casa, separação dos pais, saída recente de uma babá, culpa excessiva em deixar o filho na escola, dentre outras. Conhecendo cada caso a escola poderá trabalhar com a criança de forma a minimizar tais situações.

Muitas vezes, o primeiro dia no berçário é experimentado de uma forma mais prazerosa do que os imediatamente posteriores, quando intuitivamente se dá conta das novas relações e vínculos que precisará construir. Desta forma, trabalhando em conjunto, sempre com muita atenção e carinho, a escola e a família conseguem superar este momento, podendo depois observar a criança feliz, interagindo em seu novo círculo de relações.

Seguem algumas orientações para tornarmos o processo de adaptação mais prático e eficaz:

. O período de adaptação deve ter um horário agendado; 
. Só será permitida a subida de uma pessoa para acompanhar, do lado de fora do espaço do Berçário, a adaptação; 
. Em casos específicos e com a solicitação de uma berçarista, a entrada do responsável pelo aluno será permitida; 
. O período de adaptação será sempre de cinco dias; 
. No primeiro dia o período de permanência será de, no máximo, duas horas. O responsável pode subir para entregar e retirar o aluno com o acompanhamento de uma berçarista; 
. No segundo dia o período é de, no máximo, três horas. O responsável pode subir para entregar e retirar o aluno com o acompanhamento de uma berçarista; 
. No terceiro dia o período é estendido ou não conforme a resposta do aluno. O material de higiene já deve estar completo para que o primeiro banho seja dado. O responsável deve aguardar na recepção para entregar e retirar o aluno, podendo subir, com prévia autorização para acompanhar a adaptação, do lado de fora do espaço do Berçário; 
. No quarto dia, aproxima-se ao máximo ao período contratado. A partir desse momento da adaptação, não será mais permitida à subida do responsável ao Berçário; 
. No quinto dia, encerra-se definitivamente o período de adaptação. O aluno ficará o período contratado sob os cuidados das berçaristas.
 
  • Facebook Montessori
  • Instagram Montessori

Colégio Maria Montessori

Telefones

(11) 5011-0333 

Email: secretaria@montessorinet.com.br

Endereço


Av. Gen. Valdomiro de Lima, 288
Jabaquara - São Paulo